QUAL A DIFERENÇA ENTRE DOMINAR E CATIVAR UMA CRIANÇA?

Dominar é uma ótima maneira de bloquear uma pessoa. Uns apelam para o autoritarismo na hora de liderar, não percebem que assim perdem a essência principal daquele ser.

O humano apresenta o bem tecnológico na natureza mais incrível: o seu cérebro. Conhece bem o computador, o celular, mas ainda não sabe administrar a máquina humana de forma harmoniosa...

Administrar os sentimentos, a atenção e as relações não é fácil, mas somente através disso conseguiremos usar toda nossa capacidade. Somos ainda muito restritos!

Diante da imensa e extraordinária obra do organismo. Justamente devido aos ganhos e perdas de se cativar e dominar, o dominador exige, pressiona, manipula e até humilha para conseguir o que quer, esta é a maneira mais fácil de atingir os objetivos.

O indivíduo cativante cria certa admiração e seu exemplo é o maior meio de educação, não precisa falar muito, pois suas atitudes criam um ambiente de cordialidade e confiança, dificil querer decepcionar uma pessoa a qual se admira.

Os dominadores criam um campo de guerra e amargura por onde passam, querem impor medo nas pessoas, com sua arrogância e prepotência, existe muita falsidade nestes seres, que nem mesmo eles enchergam as vezes, gostam de se fazer de boa praça para os de fora, mas não apresentam ética, pois seus desejos e opiniões sempre estão a priori e devem ser satisfeitos mesmo que doa nos outros os quais querem dominar, sabem reverter as situações, colocando os outros como errados e eles sempre como os certos, isso gera raiva e dependendo da personalidade de suas marionetes (pois é assim que consideram os quais competem, e dominam com manipulações de sentimentos) podem desenvolver várias mágoas e rebeldias mesmo sendo filhos, cônjuge ou qualquer pessoa de convívio próximo.

Cativar é algo mais complexo, pois precisa se de auto-controle, saber esperar e deixar a raiva dissolver, se ocupar de tarefas construtivas, ao invés de dar Ibope para o negativo, dar atenção sem pressionar, mas se apresentar disposto para ajudar.

Para ter equilíbrio o cativante sabe ter qualidade de vida, ver o prazer nas pequenas coisas, nas flores, na natureza, ele não menospreza um ato bem intencionado, ele sabe relaxar, confiar, não se tortura com preocupações que não levam a nada, não fica impressionado com coisas e sim com humildade, simplicidade e os encantos.

Ele ensina a verdadeira comunicação, tratando bem, sabe transmitir a felicidade através de sua alegria e sempre está trabalhando, sim, não só em seu trabalho, mas nos seus problemas, nas qualidades, e no bem acima de tudo.

Ele não deixa que o dominador sugue sua energia, através da manipulação suja, sem sentimento, ele sabe reforçar o que é bom e não se deixa contaminar por manipulações e atos ruins que vão ferir o seu bem-estar e disseminar as tensões.

Dá valor, reconhece os mestres que lhe transmitiram o bem, tem humildade em tomar iniciativas e buscar ajuda, sabendo reforçar o que o reforça.


Francieli Kureke

Psicóloga especialista em Psicopedagogia.
Atendimento de adultos e crianças. Avaliações Psicológicas e Psicopedagógicas. Palestras em instituições educacionais.

contato

  Rua Iguinácio Warcheski, 360 casa 02, Umbará. Curitiba/PR  Atendimento de Segunda à Sexta das 8h30 às 20h00.    (41) 3348-8127 / 3348-1594  (41) 9510-4523  francielikureke@gmail.com Siga-nos: